Universo Feminino

sábado, junho 30, 2012


Sobre expectativas...



Não sei ao certo quanto tempo falta para a “tão esperada” férias.  
Mas isso faz parte do “plano”, aquele de não se decepcionar quando o santo descanso acabar, as aulas voltarem e juntos delas, todo aquele remorso por não ter feito exatamente aquilo que queria ter feito. Que neura chata essa pós-férias!
“Não foi como eu quis, poderia ter sido melhor, férias nunca são como achamos que seria...“. E por algum acaso, as pessoas são?
Nem aquela loja pra lá de linda surpreende a todas as suas expectativas!
É sobre isso: expectativas.
Expectativa é como pegar o volante pela primeira vez. Pode dar certo. Ou não. Caso não dê, você já sabe!
É ótima a sensação quando se está esperando muito algo, fazendo milhares de projetos (daqueles bem loucos, sem pé, nem cabeça), mas é gostoso.
É ótimo sentir aquele friozinho na barriga quando se espera tanto de alguém ou de alguma coisa (como as férias).
Mas você sabe, eu sei, nem sempre as coisas são como queremos. Arrisco dizer que nunca são. Vez ou outra são melhores. Vez ou outra não.
Mas aí está a essência da coisa toda.
Depois de muito ver que aquele amigo não para tudo para lhe ajudar – mas ajuda quando pode; seus pais não dão a devida importância àquilo que a empolga e tira seus melhores suspiros – mesmo assim permanecem presentes em tudo; o tão esperado dia não saiu conforme o planejado – mas trouxe alegrias...
Você percebe que expectativas não valem. Mas aquilo que saiu dos seus planos fez algo ou alguém valer.
Viver não tem a ver com expectativas. Tem a ver com deixar as coisas fluírem. Sem perder o controle, mas não esquecendo que nesse barco, não é só você o comandante.
Nessas férias, não prometa nada. Não queira muito de alguém.
Dê férias as suas expectativas. E espere receber. 
3 Comentários

segunda-feira, abril 30, 2012


Óculos Espelhado: Tá bombando!


Se antes era brega, hoje é febre! Os óculos espelhados eram pouco usados, até cair nas graças das “celebres”!
O reflexo que era usado apenas no óculos aviador, invadiu todos os modelos, das melhores marcas, marcando presença até em desfiles... E que presença!
Depois de bombarem no verão – e para a alegria de muitas, os óculos espelhados continuam bombando no outono/inverno.
Sem segredos e enrolações, o óculos “topa qualquer parada” e abraça todos os estilos. Claro, sabendo usá-lo com moderação, SEMPRE!
Por ser espelhado e transmitir um efeito brilhoso, é mais do que certo de que a roupa não deve seguir o mesmo padrão de brilho. Cores neutras, básicas, sem paetês, brilhos ou glamour.
Sabendo que, os óculos prateados, devido a grande febre que se tornou, são feitos de vários modelos, desde os mais básicos, aos mais finos, como os de gatinho (o que se encaixa perfeitamente com uma roupa mais social).

  
Linda e antenada, DANI BOLINA (na foto) adotou esse estilo e faz coleção! 



EU USARIA TODOOOOOOS! E VOCÊ?
4 Comentários

domingo, abril 22, 2012


Metades.


“Não me alimento de quases...” Bem disse Marilyn Monroe.
Apesar de, na prática, ser o total avesso, penso que é dessa forma que todas as mulheres desejavam ser: inteiras. Sem a necessidade da presença de alguém, ao ponto de esquecer-se de si e se submeter ser a “outra” ou a “segunda opção” e até o “passatempo”.
Digo inteira porque, hoje em dia, todas são metades (entenda a maneira que me expresso e perdoe-me a generalização, tento não me encaixar nisso também).
A mulher “moderna”, que deveria ser independente, forte, madura, firme no agir e pensar e sensata na prática, tornou-se apenas a metade de alguém.
Essa metade depende de outra para ser feliz, porque não consegue enxergar que não há felicidade maior do que viver bem com ela mesma.
Essa metade depende de outra para crescer, porque sozinha não encontra, desde forças a motivos, para superar seus limites.
Essa metade depende de outra para viver, porque se ilude em frases amorosas, quando, impensavelmente, ligam a “vida” a um relacionamento.
Quer saber? Você tem mesmo que viver! E isso independe de ser ao lado de alguém.
Essa metade que se chama mulher. Que precisam, o mais rápido possível, e para o bem geral da mulherada, entender que você é inteira e precisa apenas de você.
Ser metade é o que te faz aceitar o “quase”. Ser metade te faz amar pela metade. Ser metade te faz querer e dar o “mais ou menos”.
E se houver algo pior do que o “mais ou menos”, o meio termo, o achar, e a incerteza, diga-me porque não conheço.
Algum homem já lhe disse que te amava, mas gostava de outra? E você se sentiu um lixo, mas aceitou porque o amava, certo? Típico. Você é metade. Tem a certeza de que ele te completa, como duas fatias de laranja... Que laranja estúpida você é!
Aceitar ser o meio amor de alguém é a prova de que você não merece ser a escolha dele.
Quer saber mais? Amar você e gostar de outra é a forma mais simpática de dizer: “Sou imaturo, não mereço você!” Sabe o que deveria ser dito? “Fique com quem você gosta, porque quem você ama não aceita a sua metade.”
Quem é inteira sabe bem disso.
Marilyn Monroe era inteira. Apesar de procurar na fama, no glamour e em todo o luxo, aquilo que faltava dentro de si, jamais ela dependeu de estar com alguém, para estar. Jamais dependeu de fazer com alguém, para fazer.
Toda mulher tem algo em comum com Marilyn Monroe. 
Eu tenho a ânsia de coisas completas. E acho excitante o diferente. O tudo ou nada me atrai. E eu não me esqueço de ser inteiramente minha, antes de tudo.

2 Comentários

quarta-feira, abril 18, 2012


Estilo: básico/podrinho...


Se existe algo que me fascina, é o "básico", o “esporte”, o “largado” (dentro da moda, é claro).
Em minha opinião, não há nada melhor do que sair de casa super à vontade, usando algo confortável, cheio de estilo, mas sem total compromisso.
Adoro o termo: “vesti qualquer coisa” e, ainda assim, sair bem vestida.
Depois que liberaram o estilo “podrinho”, estou fissurada por roupas manchadas, camisas soltinhas, calças/shorts rasgados, desfiados, tênis etc.
O mais legal disso tudo é que as famosas adotaram a moda básica e largadinha, algumas a usufruem de maneira mais delicada, mais contida, mas ainda assim, se rendem a esse estilo (gostoso à beça!). Acho que o fato delas abusarem de peças como essas, encoraja as fãs mais “certinhas”.
Confesso que não tenho muita coragem de sair pelas ruas com um rasgo enoooorme na blusa, ou com um short muito curto, mas dei uma revirada em alguns sites e montei alguns looks beeeem básicos, que eu usaria com certeza, sem medo de errar, em várias ocasiões (sem passar dos limites, claro).


Gosto muito dos jeans coloridos, não dispenso uma rasteirinha, o all star é quase lei, as blusinhas são peças chaves e o ankle boot virou maniaaaaaaa, tá super em alta (to correndo atrás de um). 


AS FAMOSAS USAM: 


OS (INDISPENSÁVEIS) ACESSÓRIOS: 

Apesar de o look ser básico, ele é rico em acessórios. São eles que dão um outro tom, uma visão diferente. Então, quando sair "podrinha" por aí, abuuuuuse dos acessórios! 



5 Comentários

terça-feira, abril 03, 2012


Hoje em dia as pessoas são como os ventos. Algumas são frias demais, já outras vêm e nos esquentam.
Tem aquelas que, como a brisa, vem em silêncio, outras, quando chegam, fazem um barulho enorme.
Algumas pessoas são como aqueles ventos fortes, chegam e destrói tudo, outras são como aqueles ventos, que com muita leveza, trazem flores.
Hoje em dia as pessoas são como os ventos. Quando ele está presente, queremos que vá embora, quando não há mais vento, queremos de volta. 


(Por: Amanda Madureira - Não retire os créditos)
3 Comentários

quinta-feira, março 15, 2012


O Apaixonante James Morrison

                             James Morrison, 27 anos. Cantor e guitarrista britânico. Sucesso desde 2006. 

Sabe no que eu vejo a maior graça? Nessas fases que o jovem passa. Principalmente naquilo que marca essas tais fases.
Não sei você, mas sempre, sempre e sempre, em todas as minhas fases, o que mais me marcou foram as músicas.
Tenho certeza de que todas vocês pensam como eu. Música é tipo válvula de escape. Todo momento, não importa o que você esteja fazendo, pede música, principalmente música boa.
Daquelas que te fazem chorar de emoção, rir de alegria, lembrar amigos, reviver amores, sonhar acordado, pensar no passado, lembrar de ontem, viver o futuro...
Música é música, mas cantor não! Música é sempre composta pelas mesmas coisas, só varia o ritmo, o tom, a melodia e o estilo.
Mas cantor, minhas queridas, ah, o cantor tem que ser O cantor! Tem aqueles que cativam. Te levam na lua e te trás de volta nos braços. Tem cantor que te abraça. Tem aqueles que te tornam a pior das apaixonadas. E tem o James Morrison (que é tudo isso e um pouco maaaaaaaaais).
Eu já havia me esquecido do quanto este cara é incrível! [E olha que há poucos dias curti a página dele no facebook...]
Eu não me recordava de nenhuma música dele, até ouvir “You Make It Real”. Como é gostosa a sensação de ouvir novamente uma música que marcou momentos bons!
Desde então sou irrevogavelmente apaixonada pela música dele! Letras lindas, voz im-pe-cá-vel, melodia doce, gostosa e... Ah, vamos ao que interessa! 


APAIXONE-SE TAMBÉM!  



E aí, vocês curtem James Morrison? COMENTEM! 



4 Comentários

sexta-feira, fevereiro 03, 2012


Sobre viver a vida e a liberdade...


A gente não nasce com um “manual de sobrevivência”, mas recebe conselhos, e desses eu sou cheia.
Mas eu sou jovem e tenho uma vida inteira pela frente. Não que os conselhos alheios não sirvam, mas às vezes, na vida, é preciso ter suas próprias experiências. Te torna mais forte e real.
Eu nunca quis ser a rainha da festa, controlar o mundo, fugir de casa, fazer (escondido) uma daquelas tatuagens monstruosas, ir embora com o namorado e “viver de amor”... Sou jovem, não louca!
Eu quis algo mais, melhor que isso, maior... Eu quis liberdade (e ainda corro atrás dela!). Eu quis vencer, quis conhecer, quis ter motivos pra chorar (já que motivo pra sorrir eu tinha de sobra), eu quis amar, quis fazer, sonhar e realizar. 
Eu quis viver, talvez um pouco antes da hora, mas se você espera sentada os dois ponteiros do relógio chegar ao número 12 para formar meia noite, perde 24 horas do seu dia.
Eu não cresci antes do tempo, amadureci um pouco, mas acompanho a minha idade.
Apenas carrego marcas, que não teria se tivesse esperado a hora certa (se é que essa existe), mas carrego cheia de orgulho. Não porque as fiz, mas porque as superei, um dia depois de ter “vivido”, e só superei porque foi nessa de “liberdade” que aprendi a fazer isso.
Eu quis viver, e vivi. Eu quis ser, e fui. Eu quis ter, e hoje eu tenho. Hoje eu carrego meus próprios conselhos e recomendações.  

(Por: Amanda Madureira - não retire os créditos) 

Gostou? Comente! 
11 Comentários

terça-feira, janeiro 31, 2012


Esmalte do Dia: Absinto


À pedido de uma tia minha resolvi fazer a próxima postagem "Esmalte do Dia" (que no caso é esta aqui) sobre a cor verde.
Pedi a Alê para fotografar suas unhas pintadas de verde, seja lá qual for o tom. 
Quem gosta de verde, gosta mesmo, então imaginei que minha tia gostaria dessa.
Eu, pelo menos, adorei este tom, acho que é pelo fato de não ser chamativo como o verde alface (apesar de A-MAR cores chamativas e não dispensar um verdinho “cheguei”).
Acho que, apesar de a unha da Alê ser liiiinda e ajudar bastante, o esmalte fica super bem nas unhas. 
A Colorama é ótima e os esmaltes são realmente brilhosos e cremosos.


Minha tia pediu pra que, quando eu fizesse a postagem sobre o esmalte verde, colocasse váaaarios acessórios e tudo mais. Esses foram os que eu mais gostei. Usaria e abusaria de tooodos! 


Dica: Vira e mexe, quando eu fazia as unhas, elas amassavam, borravam com muita facilidade, demoravam uma eternidade para secar (quando secavam), terrível mesmo. 
Não passavam 30 minutos e eu já tirava o esmalte (haja acetona!). 
Mas segunda-feira tentei (de verdade) pintar a unha, sem pressa, cheia de vontade. E deu certo, viu? Descobri que estava passando muito esmalte na primeira camada, por isso a segunda ficava muito molhada, não secava nunca. 
Outra coisa, paciência é fundamental para você que faz as unhas em casa e é iniciante no processo. Praticar também é uma boa. Se não ficar da maneira que você deseja, faça e refaça (por isso é melhor fazer com tempo de sobra). 
Tente, tente e tente até que consiga. O meu resultado foi ótimo! 
Fica aí a dica pra você... Louca por unha. 


Ps. para a minha tia: Com o tempo vou colocando outros tons de verde, tudo bem? Estou esperando a Alê disponibilizar mais fotos... AGUARDE! 
17 Comentários

domingo, janeiro 29, 2012


Essa Moda Pega?

Como eu disse no post anterior, está frio aqui no Rio e chove muuuito. 
Eu sinto muito frio, qualquer ventinho já me deixa resfriada. Vivo de casaco, mas até que gosto, viu? Dizem que é no frio que as pessoas se vestem melhor, e em parte, eu concordo. Nos tempos atuais o frio tem sido o melhor amigo de nosso guarda-roupa. 
Então, já que é para andar de casaco, vamos andar na moda! 
Zanzando pelo site polyvore, onde tenho conta e crio looks, achei váaaarios casacos lindíssimos e super divertidos. Alguns são do site thechive.com, outros do site lookatme.ru
Todos são bem fora do comum, SERÁ QUE ESSA MODA PEGA?
Dá uma olhada:


Eu nunca vi nada parecido. Também não encontrei em loja alguma. Mas achei super interessante essa ideia.
Eu usaria todos, e você?   


10 Comentários

Domingo, Filmes e Chocolate Quente...

Quinta-feira o tempo deu uma esfriada aqui no Rio. Está chovendo bastante onde estou. Além de vir chuva, veio um friozinho gostoso e aquela vontade de ver filme debaixo do cobertor.  
Acho uma delícia esse tempo e amo, amo, amo ver filme debaixo do cobertor, encolhidinha, só no chocolate quente (hmmm), pra mim tá perfeito!
Então, pra você que está no Rio e não sabe o que fazer nesse domingão, deite no sofá e aproveite um filme, mulher! E você que está fora daqui, mas ainda assim, curte esse clima "cineminha em casa", aproveita tambéeeeeem! 
Apresento à vocês 3 ótimos filmes, olha aí: 

SEM RESERVAS: 
Inspirador! Romance e drama, envolvente, criativo, divertido e absolutamente apaixonante. Minha mãe é muito ligada à culinária, e está sempre atrás de filmes que abordam este assunto. Sem Reservas virou mania lá em casa. Pra você que adora "fazer a chef" e baba por um romance, eu super recomendo.


UMA PROVA DE AMOR:

Que espetáculo de filme! Vi uma foto de uma das cenas no facebook, nela a Cameron Diaz raspava a cabeça, minha curiosidade foi a mil, né? Corri pra ver o filme (sorte a minha é que eu o tinha em casa), me a-pai-xo-nei! 
O filme fala sobre a vida de Kate, uma menina que sofre leucemia. O filme gira em torno dela, seus sentimentos, o relacionamento com a família, o amor de sua mãe e a vontade de salvar a filha. É um drama liiiiindo que te ensina muitos valores. 


AS FÉRIAS DA MINHA VIDA: 

Adoooooro esse filme. Super divertido. Georgia Byrd (interpretada pela maravilhosa Queen Latifah) é tímida, funcionária de um departamento de panelas, vive uma vida simples e monótona. Sonha em ser chef e é apaixonada (em segredo) por seu colega de trabalho. 
Uma pancada na cabeça (no horário de trabalho) faz com que ela descubra que é portadora da doença de Lampington. Sabendo que tem poucos dias de vida resolve esbanjar, aproveitar, e gastar cada centavo que tem. É um filme cheeeeeio de aventuras. Gargalhada garantida! 



E aí? O que acharam? Quais desses vocês já viram? Gostaram? Dê sua opinião :)

0 Comentários

Quem sou eu

Minha foto
15 anos. Rio de Janeiro. Deus. Estudante. Jornalismo. Escrever. Fotos. Moda. Blogs. Tumblr. Facebook. Nutella. Filmes. Livros. Amigos. Música. Família. Amores. Simplicidade. Risos. Ser. Fazer. Querer. Realizar. Por favor, não retire os créditos.