terça-feira, janeiro 10, 2012


"fala sério, filha!"


“Fala sério, filha!” (Thalita Rebouças), é esse o livro da vez.
Eu já havia lido o “Fala Sério, amor!”, mas não tinha a intenção de dar continuidade aos outros livros da mesma “linha”, digamos assim, como: “Fala sério, Pai!”, “Fala Sério, Mãe!”, “Fala Sério, Professor!”...
Mas ler é um dos meus maiores vícios, não resisti quando entrei na Saraiva do Norte Shopping (que por sinal é maravilhosa) e o vi, paradinho, me esperando, quase dizendo: “Fala sério, Amanda, me leva!” Juro, ele parecia realmente dizer isso a mim. Logo a mim. Uma leitora compulsiva. Louca, louca, louca por letras.
Fiquei na dúvida se levava ele ou “Homem de Sorte” do Nicholas Sparks (que por sinal é incrível), mas minha mãe me fez o [terrível] favor de me lembrar que havia um livro do Nicholas que estava parado no armário (o que não é verdade, eu leio sempre, mas leio aos poucos porque a história é uma delícia, gosto de curtir o livro, e, além disso, eu compro muito, quero ler vários de uma vez...), mas enfim, ela só me deixou comprar 1 (o que é o fim do mundo pra quem desejava comprar a loja toda), mas aceitei.
[depois eu corro lá e compro váaaaarios, ô coisa booooa].
Mas vamos ao que interessa: O LIVRO:
Amo a Thalita, ela é uma escritora incrível! Divertidíssima, inteligente e muito criativa. Às vezes, lendo os livros dela, penso: “Para de viver a minha vida, Dona Thalita!”, porque realmente parece que ela sabe tudo o que se passa dentro e fora de mim.
O legal dos livros dela é que ela relata histórias que realmente acontecem com a gente (pelo menos comigo), durante a nossa vida inteira, todos os dramas, birras, sensações, loucuras, cafonices e tudo mais.  
A Maria de Lourdes ou Malu (personagem de muitos dos seus livros) é absolutamente incrível! E é a cara das meninas de hoje em dia. Tudo tem sempre que ser da maneira dela, é estressada, impaciente com os pais e sem noção. Vira e mexe solta um “Fala Sério!” quando as coisas não são como ela quer que seja.
Agora foi a vez dos pais dela, como bem disse a Thalita, essa foi a vingança!
“Fala Sério, Filha!” conta as histórias de Malu e seus pais durante 21 anos, cada detalhe, cada briga, mico, estresse... Tudo muito bem escrito e cheio de humor!
[Sem contar que parece que são os seus pais escrevendo o livro, sério]
Eu super recomendo! 


5 Comentários

5 comentários:

Isabela Godoy , disse...

Eu também já vi esse livro na Saraiva lá do shopping me mandando eu comprar, mas prefiri fazendo meu filme :3 quando eu for lá vou comprar, hehe. Já li o mãe e o pai, adoro a Thalita.
Gostei bastante do seu blog, lógico que não pude deixar de
seguir. Estarei sempre acompanhando aqui. Se quiser me fazer
uma visita ficarei muito agradecida!
Beijos ♥
http://tendencias-teens.tk

Amanda. disse...

Ele é ótimo, vale à pena! E muito obrigada, viu? Fico feliz em saber que gostou do blog. Vou lá agora! Bjs.

Layla disse...

Eu também sou uma leitora compulsiva, e fico muito triste quando eu só posso escolher um livro! =( Eu já tinha começado a ler esse, eu adoro a Thalita Rebouças, mas aí outro livro me chamou a antenção: "Eu sou um gênio de maldade inenarrável e quero ser seu presidente de turma". Acho que esse tem mais a ver com a minha vida -de futura dominadora do mundo- que os livros da Thalita, porque eu não sou muito parecida com algumas garotas da minha idade. Mas esse livro é bem legal.

Layla
www.blogsaiudoforno.blogspot.com

Amanda. disse...

Oi, Layla! hahaha, morri de rir com o título do livro. Vou procurar saber mais sobre ele.

Garota da Moda disse...

Eu li o "Fala sério, mãe!" e ameiii!
Esse post me deixou com vontade de ler os outros livros dessa série :) Adorei, beijos

anonimanamoda.blogspot.com

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Quem sou eu

Minha foto
15 anos. Rio de Janeiro. Deus. Estudante. Jornalismo. Escrever. Fotos. Moda. Blogs. Tumblr. Facebook. Nutella. Filmes. Livros. Amigos. Música. Família. Amores. Simplicidade. Risos. Ser. Fazer. Querer. Realizar. Por favor, não retire os créditos.